Concurso Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro

O concurso para a Polícia Civil do Rio de Janeiro está autorizado desde julho de 2018. Infelizmente diversos acontecimentos atrasaram a realização do certame que, agora, baseado nas últimas notícias, terá os editais publicados no primeiro semestre de 2021.

Em maio de 2020 a PC-RJ chegou a publicar em rede social que os editais já estavam prontos, mas devido ao avanço da pandemia no país a realização dos concursos de um modo geral foi afetada. Não foi diferente para a PC-RJ. As provas foram suspensas, e em seguida a publicação do Decreto 47.117 (Regime de Recuperação Fiscal do Estado) inviabilizou a continuidade do planejamento anterior.

Felizmente no dia 5 de novembro os certames foram novamente autorizados e reaberto processo para contratação das bancas organizadoras. Atualmente a instituição opera com déficit de mais de 11 mil servidores, e o novo certame pretende diminuir a carência do órgão. Vale ressaltar a relevância das vacâncias para os cargos de Inspetor e Investigador, que juntos somam mais de 10 mil vagas.

Os próximos editais devem ofertar 864 vagas distribuídas entre os cargos de Inspetor de Polícia (597), Investigador de Polícia (118), Perito Legista (54), Perito Criminal (20), Técnico de Necropsia (16), Auxiliar de Necropsia (12) e Delegado (47). Espera-se que sejam publicados 7 diferentes editais para seleção dos cargos acima mencionados.

Remuneração

Confira abaixo os vencimentos iniciais para cada um dos cargos. Além dos vencimentos básicos, a remuneração será acrescida de auxílio-alimentação.

  • Delegado: R$ 18.157,73
  • Perito: R$ 7.827,33
  • Investigador: R$ 5.809,58
  • Inspetor: R$ 5.809,58
  • Técnico de Necropsia: R$ 4.885,31
  • Auxiliar de Necropsia: R$ 4.174,34

Requisitos e principais atribuições

Delegado de Polícia

Os Delegados são os chamados chefe de polícia responsáveis por instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação relacionados com a prevenção e repressão de ilícitos penais. Além disso eles cumprem as requisições judiciais e ministeriais através da coordenação das operações policiais, procedem inquirição de testemunhas e interrogatórios, redigem relatórios de inquéritos policiais. Representam por prisão preventivas, cautelar, interceptações telefônicas, telemáticas, de dados ou quaisquer pedidos de quebra de sigilo necessário à instrução da investigação além de outras atividades de polícia judiciária compatíveis com o cargo.

São requisitos para investidura no cargo de Delegado possuir diploma de Bacharel em Direito. É necessário que o candidato apresente o diploma ou certificado de colação de grau até a data da posse.

Perito Legista

Peritos Legistas têm suas atividades vinculadas à supervisão, planejamento e gestão das perícias médico-legais e dos exames necessários nas investigações criminais. Além disso, os peritos trabalham no aprimoramento das técnicas e procedimentos utilizados a fim de melhorar os resultados obtidos em perícia. Para ser Perito Legista é necessário possuir Diploma de médico, odontólogo, farmacêutico ou bioquímico, devidamente registrado em instituição reconhecida pelo MEC.

Investigador de Polícia

Para ser nomeado Investigador de Polícia o candidato precisa comprovar formação em nível médio ou equivalente. Nessa função, o servidor desempenhará atividades de natureza qualificada com autonomia ou supervisionadas. Além disso poderão ser encarregados do transporte seguro de autoridades em viaturas policiais, responsáveis também pela conservação e cuidado das viaturas utilizadas.

Inspetor de Polícia

É o responsável por gerir as equipes de policiais civis e prestar assistência às autoridades superiores em assuntos relativos à fiscalização de trabalhos de segurança, investigação e operação policial. Também exercerá a segurança das autoridades, de bens e serviço bem como de áreas de interesse da segurança interna e demais atividades compatíveis com o cargo. É necessário comprovar formação em nível superior através de diploma, devidamente registrado em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação. Em casos especiais, poderá ser exigido formação específica e habilitação técnica vinculada a área de formação.

Perito Criminal

Os cargos de Perito Criminal exigem formação em curso superior nas áreas de Engenharia, Informática, Farmácia, Veterinária, Biologia, Física, Química, Economia, Ciências Contábeis ou Agronomia. Os Peritos têm suas atribuições vinculadas à perícias criminais relativas à especialidade. Além disso, os peritos trabalham no aprimoramento das técnicas e procedimentos utilizados a fim de melhorar os resultados obtidos em perícia.

Técnico de Necropsia

Exerce atividades predominantemente operacionais de anátomo-patologia e realização de necropsia e dissecação de cadáveres mediante orientação dos Peritos. Para investidura no cargo é necessário formação em nível médio.

Auxiliar de Necropsia

Necessário diploma de conclusão de ensino fundamental, ou equivalente, devidamente registrado. A natureza das atividades exercidas pelo Auxiliar de Necropsia tem relação com aquelas desempenhadas pelos Técnicos de Necropsia. No desempenho de suas atividades estão o manuseio com cadáveres, limpeza e conservação do necrotério e outras atividades que forem definidas por lei ou por outro ato normativo.

Últimas Provas

Provas de concursos anteriores são sempre uma excelente referência para quem está se preparando.

Delegado: O último concurso para o cargo ocorreu em 2012. Na ocasião, as etapas previstas foram divididas em duas fases sendo a primeira composta por:

Prova Objetiva

Etapa de caráter eliminatório e classificatório com questões distribuídas entre as matérias:

  • Direito Penal – 20 questões
  • Direito Processual Penal – 20 questões
  • Direito Administrativo – 20 questões
  • Direito Constitucional – 20 questões
  • Direito Civil – 10 questões
  • Medicina Legal – 10 questões

Prova Discursiva

Etapa de caráter eliminatório e classificatório contendo questões específicas sobre todas as disciplinas constantes do Conteúdo Programático.

Provas Orais

Caráter eliminatório e classificatório, com arguição de questões sobre todas as disciplinas constantes do Conteúdo Programático.

Exame Psicotécnico (caráter eliminatório)

Prova de Capacidade Física e Exames Médicos (caráter eliminatório)

O Exame Médico e a Prova de Capacidade Física, ambos de caráter eliminatório, visam aferir a saúde e a capacidade do candidato para suportar física e organicamente as exigências do Curso de Formação Profissional (CFP) e das atribuições do cargo.

Os candidatos aprovados e classificados na primeira fase foram convocados para a segunda fase que com as seguintes etapas:

  • Curso de formação profissional;
  • Investigação social;
  • Prova de títulos.

Perito Legista: O certame mais recente para o cargo ocorreu em 2011 e compreendeu as etapas de:

Prova de Conhecimentos (caráter eliminatório e classificatório)

  • Língua Portuguesa – 30 questões
  • Conhecimentos específicos de acordo com o cargo – 70 questões

Prova de Capacidade Física (caráter eliminatório)

  • Corrida de resistência
  • Corrida de velocidade

Exame Psicotécnico e Exame Médico (caráter eliminatório)

A segunda fase compreendeu o Curso de Formação Profissional e Prova de Títulos.

Perito Criminal: realizada em 2013, a última seleção para o cargo foi organizada em duas fases sendo a primeira composta por:

Prova de Conhecimentos (caráter eliminatório e classificatório)

  • Língua Portuguesa – 30 questões
  • Conhecimentos específicos de acordo com o cargo – 70 questões

Prova de Capacidade Física (caráter eliminatório)

  • Flexão de braços
  • Flexão Abdominal
  • Corrida de Resistência
  • Corrida de Velocidade

Exame Psicotécnico e Exame Médico (caráter eliminatório)

A segunda fase compreendeu o Curso de Formação Profissional.

Investigador de Polícia: A última seleção teve edital publicado em 2005 e foi organizada em duas fases sendo a primeira composta por:

Prova de Conhecimentos (caráter eliminatório e classificatório)

  • Língua Portuguesa – 30 questões
  • Noções de Direito Penal, Processual Penal, Administrativo e Constitucional – 30 questões
  • Noções de Informática – 10 questões

Prova de Capacidade Física (caráter eliminatório)

  • Corrida de resistência
  • Corrida de velocidade

Exame Psicotécnico e Exame Médico (caráter eliminatório)

A segunda etapa compreendeu as etapas de Curso de Formação Profissional e Investigação Social.

Inspetor de Polícia: o último concurso foi realizado em 2012 com duas fases. A primeira composta pelas etapas de:

Prova de Conhecimentos

  • Língua Portuguesa – 30 questões
  • Conhecimentos específicos – 50 questões
  • Conhecimentos básicos de informática – 20 questões

Prova de Capacidade Física (caráter eliminatório)

  • Flexão de braços
  • Flexão Abdominal
  • Corrida de Resistência
  • Corrida de Velocidade

Exame Psicotécnico e Exame Médico (caráter eliminatório)

Investigação Social (caráter eliminatório)

Técnico de Necropsia: o certame mais recente, realizado em 2009, foi elaborado em duas fases sendo a primeira composta pelas etapas:

Prova de Conhecimentos (caráter eliminatório e classificatório)

  • Língua Portuguesa – 20 questões
  • Conhecimentos de Anatomia e Fisiologia Humanas – 40 questões

Prova de Capacidade Física (caráter eliminatório)

  • Corrida de resistência
  • Corrida de velocidade

Exame Psicotécnico e Exame Médico (caráter eliminatório)

Investigação Social (caráter eliminatório)

A segunda etapa do concurso compreendeu o Curso de Formação Profissional.

Auxiliar de Necropsia:  último certame realizado em 2002 em duas fases sendo a primeira composta pelas seguintes etapas:

Prova de Conhecimentos (caráter eliminatório e classificatório)

  • Noções Básicas de Biologia e Anatomia Humanas – 30 questões
  • Língua Portuguesa – 20 questões
  • Matemática – 10 questões

Prova de Capacidade Física (caráter eliminatório)

  • Corrida de resistência
  • Corrida de velocidade

Exame Psicotécnico e Exame Médico (caráter eliminatório)

A segunda etapa do concurso compreendeu o Curso de Formação Profissional.