Concurso IBGE 2021

IBGE logo

Para quem deseja obter sucesso conquistando um cargo público, é essencial ficar sempre a par de todas as notícias que se relacionam a este segmento.

Neste ano estava previsto o Concurso IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, no entanto, devido à pandemia do Coronavírus, as datas precisaram ser alteradas e o concurso, bem como o Censo Demográfico  ocorrerão no próximo ano, 2021.

Diante do atual cenário que o país se encontra, o instituto entendeu que seria inviável o treinamento e capacitação dos supervisores e recenseadores para a operação censitária, restando claro que não haveria tempo hábil para a realização de todos os procedimentos necessários.

A primeira etapa estava prevista para iniciar-se em abril deste ano, e os candidatos que já haviam feito suas inscrições e pago a taxa, serão reembolsados. Valendo lembrar que o prazo estimado para a devolução é de 18 de maio de 2020.

  • O que espera do concurso IBGE para o ano de 2021?

Há muitas vagas! Cerca de 208.695 em seu total, conforme foram descritos nos editais publicados e coordenados pelo Cebraspe (nº 2/2020 e 3/2020). Cabe ainda lembrar que as vagas estão distribuídas da seguinte maneira:

  • 5.462 vagas para a função de Agente Censitário Municipal (ACM); Requer nível médio e o salário é de R$ 2.558,00
  • 22.676 vagas para Agente Censitário Supervisor (ACS); Requer nível médio e o salário é de R$ 2.158,00
  • 180.557 vagas para Recenseador; Requer nível fundamental e possui um salário variável, de acordo com a região de atuação.
  • Requisitos para aprovação nas vagas:

Mesmo após a aprovação no concurso, os candidatos deverão cumprir as seguintes exigências.

  • Possuir nacionalidade brasileira ou portuguesa, cumprindo aquilo que está consolidado na legislação sobre o tema;
  • Ter cumprido devidamente todos os seus direitos políticos e em caso de ser homem, as obrigações militares;
  • Ter no mínimo 18 anos e estar devidamente quite com as obrigações eleitorais;
  • Estar apto física e mentalmente;
  • Deve cumprir ainda as disposições do Artigo 6º da Lei nº 8.745/1993 e no art. 37, § 10 da Constituição Federal/1988;
  • Apresentar carta que demonstre que o candidato não figura na condição de sócio-gerente ou administrador de sociedades privadas.
  • O que esperar da prova em si?

A prova é diferente de acordo com os cargos e grau de escolaridade dos candidatos, sendo distribuídas da seguinte maneira:

Agentes

10 questões de Língua Portuguesa;

10 questões de raciocínio lógico e quantitativo;

5 questões de ética no serviço público;

15 questões sobre noções administração;

20 questões sobre conhecimentos técnicos;

Recenseador

10 questões de Língua Portuguesa;

5 questões de ética no serviço público;

10 questões de matemática;

25 questões sobre conhecimentos técnicos; No momento as inscrições estão suspensas, mas logo mais retornarão e é essencial que você estude e se prepare para quem sabe conseguir aquele emprego público que tanto esperou ao longo de sua vida. Esta é uma boa chance de crescer profissionalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *